Terça, 17 Agosto 2021

Amelia

Sexo: Fêmea | Raça: SRD | Idade: Juvenil

Características: A Amelia é mais um caso especial cuja história que a levou ao CRO será sempre um mistério. Esta gatinha tão pequena entrou no CRO com paresia dos posteriores e, imediatamente, a ABRA dispôs-se a ajudar. Neste momento a Amelia está a fazer fisioterapia e já começa a andar mas ainda se desiquilibra. Felizmente não necessita de cirurgia.


22 de Agosto 2021: Novas fotos.

14 de Outubro 2021: A doce Amélia procura um lar especial. A sua recuperação permitiu que recuperasse o andar, embora com algumas limitações (ainda apresenta algum desequilíbrio, mas nada que a impeça de ser feliz). Apresenta uma lesão na base da cauda, de origem desconhecida (pode ter sido acidental ou provocada), e não conseguiu recuperar ao nível dos nervos, pelo que não tem controlo total dos esfíncteres. Como consequência desta lesão, nem sempre consegue ir atempadamente à caixa de areia. A doce Amélia consegue fazer tudo o resto como os outros gatinhos, alimenta-se autonomamente, brinca e faz ron ron. Mas precisa de um lar especial. Por isso apelamos a uma família cinco estrelas, que lhe pudesse providenciar um espaço, estando ciente das suas limitações. Em relação à bexiga, é viável e aconselhável que a mesma seja esvaziada com a nossa ajuda, de forma a prevenir que a musculatura lisa da parede sofra uma maior deterioração com o avançar do tempo. Sabemos que se trata de um caso especial e difícil, mas também acreditamos que o mundo está povoado de pessoas generosas, e estamos por isso à procura de uma família especial para a doce Amélia. Se acha que pode ser essa família, por favor entre em contacto connosco. Se ficou sensibilizado com o caso da doce Amélia, mas não lhe pode dar o lar que ela procura, ajude-nos a procurar-lhe um lar, através da partilha da sua história.

25 de Outubro 2021: A Amélia, como sugerido na nossa publicação, foi a outra clínica veterinária onde também se efetuam tratamentos menos convencionais. O diagnóstico da Amélia foi confirmado. Foi aconselhada ração húmida, como forma de diminuir algum desconforto e uma pequena adaptação na sua caixa de areia, para facilitar o acesso à mesma. Para exercitar e fortalecer a parte traseira fazia-lhe bem ter um arranhador alto e fazer um exercício com as patinhas de trás. Por último, fez acupuntura, ozonoterapia e laser, sendo recomendado uma sessão por semana durante 4 a 6 semanas. A ABRA apela a v/ ajuda para a aquisição de latinhas de ração húmida de boa qualidade para ela, um arranhador e também para o pagamento das próximas sessões. Esta é a única esperança para a pequena e doce Amélia.


Caso deseje ajudar nas despesas veterinárias da Amelia, o donativo pode ser feito por transferência para a conta da ABRA, NIB:0033 0000 45291630620 05 do Banco Millenium.


Quer salvar esta vida? Prima aqui e contacte-nos!

Amelia

NOTA IMPORTANTE: A entrada dos animais no site da ABRA não coincide com a sua entrada no CRO (Centro de Recolha Oficial) cuja gestão é da responsabilidade da AGERE E.M.. As idades, quando não são precisas (animais entregues sem documentos ou recolhidos da via pública) são meras estimativas acerca do estado do animal (por exemplo: dentes e pêlo). Ver aqui as convenções acolhidas pela ABRA sobre a raça, porte e idade.

Ler 875 vezes Modificado em Segunda, 25 Outubro 2021
Mais nesta categoria: « House Sansa »

mini foto

A Abra é uma associação sem fins lucrativos formada em Braga, em Março de 2005. A sua preocupação são os animais da nossa cidade que conheceram o lado errado da vida.